sexta-feira, 5 de junho de 2009

Divulgação de Obra: "A Candeia Debaixo do Alqueire"



Em Contra Impugnantes

Aristóteles dizia que a precondição para o estabelecimento de uma verdadeira dialética é a consignação prévia de “tópicos”, ou seja: de pontos ou premissas a partir dos quais se torna possível engendrar raciocínios e deles extrair corolários. O τόπος é, literalmente, o lugar do diálogo e da confrontação das próprias idéias com as alheias e/ou contrárias. Na prática, trata-se do método científico por excelência — o que os medievais comprovaram com a sua prolífica arte da disputa (disputatio), cujo ápice se dá na obra de Santo Tomás de Aquino.

Pois muito bem: a nossa época transformou a palavra “diálogo” numa espécie de fetiche conceitual, ao fazer uso dela sem o mais remoto vestígio do rigoroso método dialético que encontramos nas obras de Sócrates, Platão, Aristóteles e, particularmente, Tomás de Aquino. Hoje — de modo inverso ao que ocorria com o τόπος aristotélico — muitas vezes as premissas, em vez de ser colocadas claramente, são retiradas para não ferir as susceptibilidades do outro “dialogante”. Com isto acaba-se por estabelecer um falso diálogo, na medida em que é varrido, para debaixo do tapete, todo e qualquer tópico presumivelmente incômodo. Um falso diálogo que, a pretexto de buscar a concórdia, deixa de lado a verdade (pois repele todas as precondições para o estabelecimento desta).

Na obra que ora apresentamos ao leitor brasileiro, o principal teólogo da Fraternidade Sacerdotal São Pio X – FSSPX na atualidade, Padre Álvaro Calderón, esgrime com o método da disputa: após enumerar, em cada artigo, uma série de objeções às teses defendidas no livro, Calderón apresenta uma resposta magistral e, depois, replica os argumentos em contrário, um a um.

Acreditamos prestar um grande serviço com a publicação no Brasil desta disputatio do Padre Calderón. Em primeiro lugar, porque a partir dela é possível divisar o cerne das questões que, desde o Concílio Vaticano II, opuseram uma parcela do Catolicismo à onda de novidades que, na prática, acarretou a mudança da liturgia da Missa, do Código de Direito Canônico e do Catecismo; e, na teoria, estabeleceu um pluralismo teológico e doutrinal cujos frutos ninguém (em sã consciência!) pode negar. Em segundo lugar, porque se estabelecem nesta obra os pontos do único diálogo com chances de ser frutuoso: o que tem como objeto formal próprio, tão-somente, a verdade — com a demarcação de todos os problemas prévios sem cuja resolução não é possível ultrapassar os limites da opinião.

O assunto deste livro é gravíssimo e as conclusões não são de molde a agradar aos paladares adocicados de um ecumenismo falsamente “dialogante”. Mas o próprio Autor, na sua Introdução, agradece de antemão a quem, por caridade, o refutar ou corrigir".

5 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

qual o valor desse livro?

Gederson disse...

Prezada Ana Maria,
Salve Maria!

Acabei de receber um email do Sidney, onde ele me disse que o Pe Calderón neste livro refuta tanto a modernistas como sedevacantistas. Quanto ao valor do livro, ele esta saindo por R$ 60,00 contendo 330 páginas, onde o Pe Calderon reproduz fidedignamente o modo de exposição de Santo Tomás de Aquino.

No site da Permanência há um artigo do Padre Calderon que vale a pena conferir e que lhe poderá dar uma idéia do conteúdo do livro. O artigo chama-se "Catolicidade" e o endereço é:

http://www.permanencia.org.br/revista/atualidades/calderon1.htm

Fique com Deus.

Abraço

Gederson

Ana Maria Nunes disse...

Gederson, obrigada pelas informações!

Aliás, roubei o artigo e postei link no meu blogue, esqueçi de avisar.

Abraço


Save Maria!

Ana Maria Nunes disse...

a propósito estou aceitando doações :)

Gederson disse...

Prezada Ana Maria,
Salve Maria!

É um prazer informar e ajudar. O Contra Impugnantes (pelo que fui informado), esta com várias traduções prontas. Só que as publicações são bastante caras e como sabemos, nós católicos, não somos muito hábeis em matéria de capitalizar. De algum modo, todos nós dependemos de doações.

Quanto ao link,tudo bem, ele é nosso, pois afinal trabalhamos pela divulgação do livro :)

Fique com Deus.

Abraço

Gederson

Postagens populares